GW Flexo - O Impacto da Covid-19 na Indústria de Impressão
GW Flexo - O Impacto da Covid-19 na Indústria de Impressão

O impacto do COVID-19 na indústria de impressão

Com o novo cenário já estamos sentindo o impacto desta pandemia em várias indústrias, inclusive a de impressão.

A parada generalizada do mercado já tem consequências em várias empresas do setor que viram diminuir drasticamente o pedido de impressos, entre eles, etiquetas e rótulos.

Vai aí um alerta para os vários impactos que já se fazem sentir, mas também para as oportunidades que poderão surgir.

Além de setores industriais que pararam, as empresas gráficas estão sendo afetadas, também, pelo cancelamento de feiras/exposições ou reuniões e eventos.

E uma redução geral da economia global terá impacto na publicidade, porque, regra geral, é o primeiro setor a receber grandes cortes, afetando profundamente todas as empresas de impressão, independentemente da sua especialização.

Além disso, a procura de impressão de todas as indústrias relacionadas com o lazer (restaurantes, teatros, cinemas, museus e outras atividades culturais) também tem um impacto direto na publicidade que é impressa e distribuída.

Ou seja, o mercado diminuiu, ao menos momentaneamente.

Mas e o futuro, o que esperar?

Haverão problemas, mas também novidades.

Problemas de fornecimento

Há uma preocupações sobre os impactos no transporte de mercadorias com o aumento do controle das fronteiras.

Como assegurar a cadeia de fornecimento, principalmente de matérias primas importadas?

Será que esses controles e as paradas das indústrias produtoras de insumos não irão causar interrupção nas entregas das cadeias fornecedoras?

Existem preocupações quanto à possível escassez e/ou atrasos na oferta de papel e insumos.

Algumas empresas já estão sinalizando escassez de inventário, e há fornecedores locais que reportam que a entrada de material para impressão pode demorar entre um mês e meio e dois meses, após a retomada da economia.

A China é um importante fornecedor do setor, tanto de papel quanto outros insumos químicos para tintas e solventes.

As empresas de impressão que usam isopropanol (IPA), por exemplo, reportam preocupações relativamente a este solvente, já que é utilizado para a produção de gel desinfetante e causa menor disponibilidade no mercado e aumento considerável de preço.

Embalagem para Alimento

O álcool etílico é usado para a produção de desinfetantes, cuja procura aumentou significativamente devido ao COVID-19.

Mas também é essencial na produção de embalagens impressas na indústria alimentícia.

Além disso, é usado na impressão flexográfica em processos para diluir tintas e limpar máquinas.

O aumento desse consumo pode criar uma escassez e, eventualmente, elevar o preço.

Etiquetas e Rótulos para Envios Online

Por outro lado, deverá haver um aumento da economia online, o que irá gerar um aumento de rótulos e etiquetas para envio de mercadorias.

Assim, temos uma oportunidade de crescimento neste setor.

Retomada Gradual e Oportunidades

Haverá uma retomada da indústria e posteriormente do comércio e da parte de eventos.

Tudo ainda muito incerto e dependerá desde o andamento da pandemia até a forma como as pessoas irão encarar os novos tempos.

Mercados fecharão, mas novos irão se abrir.

Ficar atendo às mudanças e às oportunidades será essencial para uma retomada e sobrevivências dos mais bem preparados.

O momento é de cautela, mas não de ficar parado. Quem demorar muito poderá sair muito atrás e dificultar ou impossibilitar uma retomada futura, portanto, esteja atento e ativo.

Deixe um comentário